Áreas de Atendimento

Áreas de Atendimento

Assistência Social 
Considerada a porta de entrada para os atendimentos na organização, caracteriza-se por realizar o primeiro contato com as famílias das pessoas com síndrome de down e prestar acompanhamento em todo o processo de avaliação, inclusão e permanência. Realiza intervenções que buscam garantir os objetivos e missão da organização. 

 

Psicologia
O setor é responsável pela avaliação e atuação nas áreas intelectuais, afetivas, sócias e psicomotoras. Tem como objetivo desenvolvera autonomia e adequação comportamental como questões individuais e familiares. Orientação a escolas e ao mercado de trabalho.

 

Psicologia de Pais
O projeto tem como objetivo dar suporte emocional e apoio necessário no processo terapêutico de seus filhos.

 

Fisioterapia
O setor é responsável por avaliar, diagnosticar e tratar os distúrbios sensório-preceptivo-motores e pneumofuncionais, utilizando de técnicas e recursos específicos de atendimento.

 

Fisioterapia Motora
Estimula a aquisição progressiva das capacidades motoras do assistido dentro da fase de desenvolvimento em que ela se encontra.

 

Fisioterapia Respiratória
Trabalha a prevenção e intervenção do sistema respiratório e cardiopulmonar.

 

Fonoaudiologia
O setor atua nas áreas clínica e escolar.

 

Fonoaudiologia Clínica
Possibilita meios para que haja adequação no desempenho das funções de fala e linguagem, voz, audição, sucção, mastigação, deglutição e respiração.

 

Fonoaudiologia Escolar 
Nesse caso o enfoque é voltado no auxílio da alfabetização e inclusão, possibilitando uma melhor qualidade de vida, sendo independentes, promovendo assim a integração social.

 

Psicopedagogia
Responsável pela estimulação, manutenção e resgate de conteúdos básicos necessários para o desenvolvimento cognitivo do assistido, assim como fazer adaptações curriculares. O objetivo está na prevenção e tratamento dos problemas de aprendizagem, dificuldade de leitura e escrita, socialização, memorização, atenção, concentração, identificar e trabalhar as habilidades, hiperatividade, desenvolvimento cognitivo, deficiência motora e autonomia.

 

Terapia Ocupacional
Tem como objetivo avaliar e intervir, estimulando o desenvolvimento neuropsicomotor, na infância para que haja um desenvolvimento adequado a cada faixa etária. Utiliza da atividade e do brincar como instrumento terapêutico, visando a aquisição das habilidades de desempenho funcional e nas atividades escolares (coordenação motora fina/gráficas e cognitivas). Além destes aspectos, estimula-se autonomia na realização das atividades de vida diária, tais como alimentação, higiene (incluindo treino de desfralde) e vestuário, para que a criança seja cada vez mais independente, auxiliando no seu desempenho social e escolar.

Centro de Atendimento à Síndrome de Down Bem-Te-Vi

Fone: 4526-9446